Revisão da Política de Investimentos – Planos Energias e Escelsos II (MIX 15 e MIX 30)

29/04/2020

Devido ao cenário de grandes oscilações do Mercado Financeiro nos últimos meses, causado pelo COVID 19, a Diretoria Executiva resolveu se reunir, no dia 16 de abril, com o Conselho Deliberativo para rever a Política de Investimentos dos Planos Energias e Escelsos II (MIX 15 e MIX 30). 

Nesta reunião foram discutidos os riscos atuais frente a este cenário de grandes oscilações e quais medidas poderiam ser tomadas para ajudar a aumentar a agilidade e a proteção da carteira de investimentos da Enerprev.

 Isso demonstra a preocupação constante da Gestão em garantir proteção ao patrimônio dos Participantes sob sua administração.

 Em resumo, as alterações foram:

  • Monitoramento semanal do desempenho das carteiras, garantido maior agilidade de atuação quando se mostrar necessário;
  • Novos limites mínimos e máximos tolerados para a oscilação dos perfis, evitando reposicionamentos bruscos em períodos de incertezas;
  •  Revisão do orçamento de risco dado ao Gestor Terceirizado de Renda Variável, deixando de ser um risco por variação absoluta da carteira (Var) e passando a acompanhar a variação em relação ao índice de referência (BVar);
  •  Elevação do Rating (grau de risco) mínimo para aquisição de títulos de emissores privados, buscando maior criticidade na escolha de títulos pelos Gestores Terceirizados.

 A Gestão continua atenta a evolução do cenário econômico e buscando sempre a manutenção da sua estratégia de retornos de baixo risco e de longo prazo, como requer um Fundo de Pensão.

Acesse os links abaixo e conheça mais detalhes a respeito dessas Políticas de Investimentos.

PLANO DE GESTÃO ADMINISTRATIVA

PLANO ENERGIAS DO BRASIL

PLANO ESCELSOS II

PLANO ESCELSOS I

PLANO PSAP BANDEIRANTE

ENERPREV – PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO GRUPO ENERGIAS DO BRASIL